Educação e Arte

Considero a arte a força de expressão, o artista o ser capaz de aplicar essa força. A expressividade é o modo como o artista interpreta o mundo e decide por algum meio revelar aquilo que ele consegue ver. Melhor dizendo observa, pois ver não é habilidade dicotômica entre os seres da sociedade, mas observar, essa sim exige um pouco mais de percepção.

Para muitos educação é simplesmente adquirir um conhecimento. Muito se engana quem acredita nisso, educação é o ato de aperfeiçoamento da habilidade de extrair do mundo e das coisas o que elas podem dar de melhor.

 

mafaldaeducationart

Saindo da zona de conforto.

 

Segundo Gilberto Dimenstein a educação e a arte estão de mãos dadas, e quando é dito educação não estamos falando apenas de livros, cursos, vivências, interpretações etc. Estamos falando de tudo isso organizado e gerido por nossas capacidades intelectuais. Na visão de Dimenstein só é possível compreender verdadeiramente a arte se a sua capacidade intelectual estiver preparada para isso, além de que a educação é a habilidade de extrair o sumo das coisas e a arte é a expressividade dessas coisas, então podemos concluir que não se faz arte com boa vontade, se faz arte com competência.

O verdadeiro artista é educado, possui vivência e extrapola o comum, a bolha. E mais, o verdadeiro artista deve sempre estar preparado para ensinar e se preparar para ensinar.

 

O mundo está cheio de conhecimento, vai lá e aprenda algo novo =]

 

Jhoney Lopes

Deixe uma resposta