Eu Posso Quebrar Limites

Qual é o momento em que saímos da linha do não posso para o posso, ou vice e versa? Este texto é uma explanação sobre esta tênue separação, e que nos leva ao: Eu Posso Quebrar Limites!

Confiança

Acredito que não seja a dúvida que ‘mastiga’ a fé, mas a falta de confiança. E se pararmos para pensar na origem da palavra, “confiança”, de CONFIDERE, formada por COM, intensificativo, mais FIDERE, “acreditar, crer” [1], ou seja, algo como: acreditar plenamente, com firmeza. Confiança pode ser entendida como a presença da fé em nós. E as dúvidas?!

Dúvidas

Acredito que sempre são bem vindas, e quanto maior a dúvida, melhor e maior o teste. Para mim, a dúvida é o preço que se paga por estar vivo, na compreensão de que estar vivo é muito mais do que respirar, porque a vida é curta. Se você está vivo e tem dúvidas, então você terá testes.

Testes

Um Teste é do que algo que existe para você crescer e ir além. Um teste presente na sua vida hoje, nada mais é do que algo especificamente criado por uma série de variáveis complexas impossíveis de serem completamente rastreadas e que foi criado especificamente para você, mas não necessariamente único, ou seja, pessoas podem viver testes iguais, mas não podem viver os testes umas das outras.

Uma senhora estava arrumando a sua casa quando a campainha tocou. O sol ainda não tinha se posto, a senhora vai até a janela ver quem era. Avistou um homem não muito limpo, pedindo por comida, prontamente buscou um pouco de arroz e feijão. O homem agradeceu, e a senhora indagou-o: por que o senhor não tenta conseguir um emprego? Deve ser muito difícil ficar pedindo ajuda, nem todas as pessoas ajudam. Ele com a certeza da justificativa disse: a senhora diz isso, porque não lhe faltam dois dedos em sua mão. O homem não havia percebido, mas a senhora levanta a o braço e diz: não me faltam dedos, me falta a mão. (Maria da Conceição, alcunha: minha avó)

Justificativa

Sempre haverão justificativas para compor a sua dúvida, para justificar a falta de confiança e para intensificar o seu medo de enfrentar os seus testes. E quando lhe faltarem justificativas, lhe sobrarão culpas. Porque a culpa nada é mais do que mais uma justificativa, se sentir culpado não é ação. Agir é ir além da culpa e fazer algo para corrigir o que sente.

Eu Posso Quebrar Limites?

Eu sinto que posso não quando o teste deixar de existir, mas quando eu conseguir caminhar independente do meu teste, independente da minha dúvida, porque confiar não é ter certeza. Confiar é agir com o coração é se jogar com tudo na luta. Independente de quem você seja: Se joga! Se joga com todo o seu coração para enfrentar os seus testes, porque não estará sozinh@ nunca : )

Extra:

Conheça a história do homem que nasceu com a cabeça virada para baixo

Fonte:

[1] http://origemdapalavra.com.br

Jhoney Lopes

Podia ser Mestre Jedi, mas é Mestre em Engenharia de Software pela Universidade Federal de Viçosa – UFV, tá na luta como Empreendedor e desenvolve aplicativos em iOS por paixão e profissão. Sim, Worklover! =] Mantra: “De modo suave você pode sacudir o mundo.” – Mahatma Gandhi