Eventos que Catalisam

Quem já passou por aquela situação de ter uma ideia que desencadeei muitas ações? Ou uma conversa que te fizesse conectar ideias que estavam soltas como num passe de mágica?

Na minha vida isso se tornou muito mais comum quando comecei a participar de eventos na universidade. Nos eventos temos a oportunidade de conhecer palestrantes, que em poucos minutos conseguem mudar sua forma de pensar, ou ampliam sua visão, seja com suas opiniões ou com os seus questionamentos. Além deles estamos em contato com uma rede de pessoas que muitas vezes nem conhecemos e que num bate papo de coffe-brack, nos da à fagulha que faltava para iniciarmos um novo projeto.

Falando em fagulha, pode parecer que é uma contribuição pequena, mas não se engane.  Até mesmo o big-bang começou com uma fagulha…

Recentemente o Brasil sediou o Congresso Global de Empreendedorismo, que deixou um legado incrível. No entanto não me arrisco a dizer até onde vai o impacto desse tipo de evento, pois muitas pessoas que se conheceram ali ainda irão construir coisas fantásticas juntas, e muitas ideias que foram trocadas naquele ambiente estão em fase de dormência  ou amadurecimento. A própria Catálise Social é fruto de ideias que tanto o Jhoney, quanto eu fomos tendo e amadurecendo ao participar em eventos  das redes que fazemos parte, como o InternEJ, da foto de abertura desse post.

Outro evento que promete muitas ”fagulhas” é o Encontro Nacional de Empresas Juniores deste ano, o ENEJ 2013, que traz como tema ‘‘Seja o Exemplo’’, um tema que acreditamos tanto que fizemos questão de pedir um depoimento para o coordenador geral Rafael Bethiol sobre como ele acredita que o evento pode catalisar uma realidade melhor. Confira o que ele disse:

‘‘O aprendizado é um processo de descobertas, onde as pessoas vivenciam experiências as quais desconheciam anteriormente.

Para aprender não basta ter contato com o conhecimento, é preciso senti-lo. Durante nosso período de experiência no Movimento Empresa Júnior nós temos a oportunidade de vivenciar muitos momentos transformadores. Mas não necessariamente porque estamos nos focando em nossas áreas de atuação, ou porque estamos adquirindo conhecimento técnico. Sim, estes aprendizados são fundamentais e fazem parte deste cotidiano, mas o ponto principal, e que é muito difícil de mensurar, é o aprendizado e crescimento como pessoa, como ser humano, que adquirimos ao logo desta caminhada.

Os eventos do MEJ são momentos muito importantes para nos capacitar e nos oferecer troca de experiências profissionais, mas mais do que isso, são momentos de pura reflexão e que plantam ideias em nossas cabeças para que mais adiante possamos agir em cima delas. O ENEJ 2013 pretende causar uma transformação muito grande no pensamento de todos que puderem estar presentes. Queremos trazer algo fora do usual e que nós não estamos habituados a vivenciar, sentir. Queremos provocar e instigar a contestação. O ENEJ 2013 vai ser um marco, um rito de passagem que vai sinalizar uma grande mudança em nossas vidas.’’

Portanto catalisadores, fica a dica: Participem de eventos!!! E deixem-se catalisar por eles. Inpirem-se, troquem ideias, façam contatos…

E como eu posso aproveitar ainda mais esses momentos tão maravilhosos dos eventos? Separei algumas dicas para você, nesse post: ‘‘
8 dicas para aproveitar mais um evento catalisador’’