Jovens Transformadores – Fernanda Cabral

O meu sonho é…um mundo sem condomínios. O condomínio pra mim é um símbolo da separação que a gente multiplica todo dia entre as pessoas – criamos espaços privados para viver entre iguais. Meu sonho de abolição dos condomínios é menos sobre como o mundo (ou o urbanismo) deveria ser e mais sobre como gostaria que cultivássemos nossas relações. Buscar convivência e colaboração, se abrir e experimentar a diferença, viver a cidade, trabalhar juntos, relações ganha-ganha, reconhecimento da beleza e do potencial que carrega cada pessoa, sendo do jeito que é. Ver mais a pessoa e menos os dados demográficos. Menos agressão e menos medo. Janela aberta, andar a pé.

Meu coração canta quando…Eu canto! É uma dessas coisas que eu adoro fazer, mas não tenho nenhuma habilidade. Enquanto as vidraças e os karaokês não exigem talento, eu sigo cantarolando por ai : ) Também canta quando eu trabalho com crianças. É uma coisa que eu ainda faço pouco, mas que gosto demais.

 fernanda2Fernanda Cabral de Melo Oliveira – 27 anos

Impactei! Hoje o Imagina na Copa – projeto que criei junto com a Mariana Campanatti, a Mariana Ribeiro e o Tiago Pereira – tem quase um ano! Nessa trajetória pudemos reconhecer o trabalho de diversos jovens que já estão transformando o Brasil e ajudar muitos outros a começarem a transformar de diversas formas. Mas para mim, o maior impacto é o empoderamento das pessoas. São os depoimentos de “nunca tinha feito, até que” “não achei que era capaz” “resolvi fazer na minha cidade também” “não sabia por onde começar, comecei na minha casa” “eu morria de vergonha e agora” “não sei onde vai dar, mas quero fazer mesmo assim” “eu conheci um tanto de coisa que não sabia”… Por isso é importante que a gente continue construindo o projeto como um espaço de experimentação, criando oportunidades para as pessoas brilharem. Hoje, por exemplo, a metodologia da Oficina do Imagina na Copa está aberto para que todos possam replicá-la (é só fazer o download no site www.imaginanacopa.com.br). A gente abriu porque acredita que todo mundo pode dar uma Oficina e queremos que as pessoas também acreditem nisso – e façam! Afinal, muito mais importante do que a gente fazendo Oficina é fazer a Oficina chegar até mais pessoas.

Minha frase: Não compare seu começo com o meio de ninguém.

A frase não é minha, mas repito sempre. Lá no começo do Imagina na Copa, eu via as histórias de sucesso dos outros e ficava angustiada, me desculpando por estar ainda engatinhando. Esse é um sentimento bem besta! Mas era muito real e não ajudava nada.  Por isso sempre repito essa frase para as pessoas que conheço: ajuda a respeitar nossa história e nosso tempo de realização. Afinal, a gente tem muito o que fazer e sempre é hora de começar.

Jhoney Lopes

Podia ser Mestre Jedi, mas é Mestre em Engenharia de Software pela Universidade Federal de Viçosa – UFV, tá na luta como Empreendedor e desenvolve aplicativos em iOS por paixão e profissão. Sim, Worklover! =] Mantra: “De modo suave você pode sacudir o mundo.” – Mahatma Gandhi