Quando a formatura acontece

Quando a formatura acontece? Se você já se formou, ou quase,  ou se não está satisfeito com o andamento das coisas, poderá se identificar com isso.

Quando estava no fim do meu curso, eu pensei em desistir dessa coisa toda de faculdade, para quê eu quero um título pensei, aí eu li um livro chamado, “O Melhor do Mundo” de Seth Godin, e as coisas começaram a mudar (o livro vai ganhar um post especial na próxima semana).

Na época eu tinha apenas duas matérias para finalizar o meu curso, duas matérias que a meu ver, e eu estava certo, não fariam diferença nenhuma no montante final da minha formação.

Quando formamos?

Eu não sei ao certo o momento exato em que estamos aptos à formatura. Eu sei que não é no início nem no fim da graduação, mas em um momento perdido ali no meio. Alguns podem achar absurdo o que estou dizendo, outros concordam e alguns devem estar achando que estou narrando suas vidas.

De qualquer modo, eu formei no meio da graduação e não no fim, isso tenho certeza. Por que eu mero mortal deveria finalizar o curso se ao meu entender já estava formado?

Meros mortais

A resposta para a pergunta anterior é simples, porque sou um mero mortal. Durante toda a formação você identifica conteúdos e até mesmo matérias desnecessárias. Por que essas matérias precisam existir? Dizem por aí que é para peneirar, ainda estou tentando entender a vantagem da peneira, uma das minhas conclusões é que existem peneiras, porque não existem pessoas competentes o suficiente para que as peneiras não existam.

 diploma

Alegria da mamãe

O que os testes testam?

Nada! Sim, essa é a minha visão. Testes testam o que você sabia em um determinado momento e instante no espaço tempo.

Penso isso, porque além de ter que dominar um conteúdo, você tem que ter certeza que nada poderá acontecer para atrapalhar a sua exposição deste conteúdo, e se der sorte, irão cair todos os exercícios que decorou na noite anterior, e o amigo do lado que não decora exercício, não terá a mesma sorte que você.

Finalmente um diploma

Diplomas servem para a felicidade da sua família e para o restante do mundo que ainda acha que conhecimento se prova em fonte Times New Roman tamanho 12.

A grande magia acontece quando você pega o diploma nas mãos, e percebe que Sócrates devia ter vários pela máxima, “só sei que nada sei”.

Por que sou um mero mortal?

Porque não conseguimos compreender no momento exato a razão das coisas. E quando estamos inserido no meio delas, olhamos apenas com o olhar que fomos treinados, o olhar do presente. Uma grande mente uma vez disse:

“Você não consegue ligar os pontos olhando pra frente; você só consegue ligá-los olhando pra trás. Então você tem que confiar que os pontos se ligarão algum dia no futuro. Você tem que confiar em algo – seu instinto, destino, vida, carma, o que for. Esta abordagem nunca me desapontou, e fez toda diferença na minha vida.” – Steve Jobs

Eu sei que neste momento muitos assim como eu, estão passando ou passaram pelo desconhecido momento da razão de todas as coisas. Algo eu posso dizer, os pontos realmente se conectam no futuro, algumas matérias não estão lá somente para te ensinar um conteúdo específico, mas sim para te apresentar uma pessoa ou situação.

As situações são mais do que elas aparentam ser. Tente achar o sentido das coisas sem razão hoje na sua vida, e se não conseguir, confie que uma hora irá. =]

Jhoney Lopes

4 comentários em “Quando a formatura acontece

  • 10 de abril de 2013 a 0:40
    Permalink

    Bacana! Coincidentemente eu li o “O Melhor do Mundo” exatamente no que seria o meu último período e não foi =D. Eu sabia que não seria, mas ainda havia uma esperança, embora a cada nova página que eu lia, parecia que o Seth Godin estava dentro do meu banheiro me dizendo: desiste cara!

    E foi exatamente por isso que eu não desisti! Não foi porque faltava tão pouco, mas porque eu fui desafiado a desistir e tenho um desejo fora do normal de contraria aqueles que me desafiam.

    É bem verdade que eu não apreciei boa parte das disciplinas quer cursei, pouco delas eu acredito que vou usar, saberei como usar ou até mesmo quando usar. Isso não importa, o que importa é que existe um motivo para elas pertencer a grade, o curso é vasto e talvez o que não sirva pra mim seja essencial para outra pessoal, mas no fim das contas todos nós tivemos que passar pelos mesmos perrengues, por uma via ou por outra.

    Essas disciplinas, que considerei desnecessárias também, me serviram muito mais que para conhecer pessoas e viver momentos. De uma forma desagradável, elas me disciplinaram (ok! nem tanto) e me ensinaram que para chegar aos meus objetivos, eu preciso me esforçar muito em áreas que não domino e não apenas me especializar nas matérias que tenho paixão para estudar. Fui forçado a ter uma destreza maior do que eu achava que precisava ter e isso me fez muito bem. Como se eu fosse forçado a escovar meu dentes com mão esquerda, mesmo sendo destro, para desenvolver uma habilidade que eu ainda não tinha e poder abrir mais ainda o meu campo de visão.

    Entendo que o Atestado de Colação de Grau seja algo simbólico e que em alguns momentos não vão te valer de nada (falando nisso, nunca fui buscar meu diploma kkkk). Mas precisamos desses símbolos, eles representam a nossa crença, demonstram o seu potencial (não as suas verdadeiras habilidades) e, além de decorar o seu quarto, também te servem como troféu de mais uma conquista em sua vida. Afinal, muito antes de você conhecer a vida universitária, você traçou o objetivo de concluir um curso superior e nessa fonte 12 ai que você vai se recordar de mais um feito.

    Conclui a graduação, mas não me sinto formado, talvez nem daqui a 500 anos eu vá me sentir formado e o que dia que isso acontecer, eu peço que me enterrem, pois não tenho mais vida =D

    Claro que não foi do curso em si que eu tirei o maior proveito e não foi fazendo calculo que eu adquiri o maior aprendizado. Aproveitei o quanto pude de cada momento que vivi na graduação. Eu fiz estágios, fui abraçado pela empresa júnior e se tivesse um período ainda maior (não teria como kkkk) eu acabaria fazendo uma IC. Fiz grandes amigos, tive ressaca e aprendi que fazer prova com a boca seca e dor de cabeça é péssimo, mas valeu a pena! Não fui o melhor aluno, fui quase o pior, mas não posso desmerecer o grande causador da minha vinda para Viçosa e que gerou todas as outras oportunidades que tive e tenho.

    Não busco razão para coisas e como você mesmo citou bem o Steve Jobs “os pontos se conectam olhando para o passado”. Então só nos resta buscarmos a felicidade, fazer o que gostamos e também gostarmos do que fazemos, não entrar em desespero, acreditar que um dia vamos conseguir ligar os pontos e, principalmente, agir para que tenhamos pontos para serem ligados.

    Não fazer cara feia, não criticar e racionalmente sorrir sempre para esfriar a cabeça e continuar agindo sem stress é o que me torna feliz para buscar o meu sucesso, ao contrário de algumas pessoas que buscam o sucesso para ser feliz =D.

    Por que sou um mero mortal?
    Simples, porque como todo mundo eu possuo os meus próprios medos, embaraços e também algumas cicatrizes. O que me torna melhor do que eu poderia ser é apenas a maneira como eu lido com experiências negativas. Eu não as esqueço, mas também não deixou que elas freiem os meus próximos passos. Assim, eu sigo sendo o “O Melhor do Meu Mundo!”

    Convido você para um café, onde poderei apresentar que o meu estado de “melhor impossível” é garantido pelo “Fantástico Mundo de Bola” kkkkk

    Sucesso!!

    Responder
    • 10 de abril de 2013 a 8:43
      Permalink

      Fantástica as suas palavras. E como sempre, obrigado por compartilhar a sua visão de mundo. Como você disse, é impossível formação completa, porque estamos sempre em busca de novas formações. E a vida segue no “Fantástico mundo…de Bola, de Bob, do Zé, da Maria…” e tantos outros que fazem de suas vidas, vivas.

      Convite para o café aceito =]

      Responder
  • 10 de abril de 2013 a 13:14
    Permalink

    Sou um mero mortal também! Belo texto! ;D

    Responder
    • 10 de abril de 2013 a 16:15
      Permalink

      Obrigado Guga. Lembrando que você é um mero mortal no Canadá. hehehehehe
      Continue conectado em nós =]

      Responder

Deixe uma resposta